LIVRO SONATA EM AUSCHWITZ É ODE À ESPERANÇA

luize_valente
Luize fez uma sonata à esperança

Literatura é bom pra vista conversou com a jornalista e escritora Luize Valente. Inteligente, muito bem informada, indo do coloquial à erudição com total segurança, Luize lança mais um livro (o terceiro) com a mesma temática instigante que a acompanha há 20 anos: a crueldade e a crueza do nazismo no extermínio de judeus. Sonata em Auschwitz nasceu desta inquietação da jornalista e de uma conversa que manteve com uma senhorinha judia. Sobrevivente de um campo de concentração nazista, a velhinha mora em uma clínica para idosos no Rio de Janeiro. Está com 103 anos.  Quando da conversa com Luize, ela já tinha 100. “Um pouco surda, mais muito lúcida”, rememora a escritora. Foi na história desta anciã que Luize Valente se inspirou para construir o enredo de sua obra. “Sempre quis entender as razões e motivações que levaram um povo inteligente como o alemão a produzir uma máquina de guerra e destruição em massa contra os judeus, como o nazismo”, explica.

Luize diz ainda não ter respostas. Mas tem perguntas. E as perguntas a levaram a empreender caminhos percorridos por judeus em direção à morte. Esteve em campos de concentração, como Auschwitz, em cidades que serviram de laboratórios de extermínio de judeus, como Berlim.  Viajou em trens, como viajavam os prisioneiros. Refez seus trajetos, seguiu seus indícios, marcas, destinos.

 

thumbnail_Sonata em Auschwitz - capa em 3D Record
Romance reúne história e suspense

Nesta rotina, contudo, ela não descobriu apenas sofrimento e dor. Havia também esperança. Esperança daqueles que sobreviveram para contar o que viveram naquele inferno, para que o inferno se mantenha tão somente em cinzas. Narrar, rememorar, testemunhar são também práticas de sobrevivência, coragem, resistência e amor. Lembranças, mesmo as ruins, nos dão a certeza de que vencemos o mal e que ele ficou para trás. “Entrevistei sobreviventes, li muito a respeito e saí em campo para trilhar os mesmos caminhos dos personagens. Estive em Portugal, Alemanha, Polônia, me hospedei na cidade vizinha a Auschwitz, visitando o campo e arredores por vários dias. Os personagens são fictícios, mas as histórias que eles viveram foram bem reais”, conta Luize. Não, a autora não é judia. Mas é curiosa e leitora voraz, estimulada desde pequena pelos livros que lhe chegavam às mãos dados pelo pai, como É isto um homem, de Primo Lévi, entre outros, e que lhe falavam do tema.

Sonata em Auschwitz é, pois, também um livro de esperança e resistência a estes tempos nebulosos em que vivemos. O romance histórico de Luize aborda com sensibilidade a saga de um bebê que nasce na Alemanha nazista, já no fim da guerra, numa das barracas de Auschwitz-Birkenau, em outubro de 1944, e de um jovem oficial alemão que, na mesma data, compõe uma sonata para Haya. Os destinos daquele bebê nascido prisioneiro e do soldado do Reich, seguidor do Führer na crença da solução final se entrelaçam à partitura composta por aquele militar. A mesma sonata que, décadas depois, chega às mãos de Amália, uma mocinha portuguesa nascida de um pai alemão. Revelações surpreendentes sobre o passado e que vão afetar o presente de sua família.

Luize Valente conseguiu construir sucessivas ações de clímax e suspense na narrativa de um enredo comovente, que envolve o leitor até o fim.  Ao longo dos capítulos, a escritora vai montando um quebra-cabeças que só completa a última peça quase na última página. A obra, editada pela Record, será lançada no Rio de Janeiro, no dia 8 de novembro, na Travessa do Leblon, e, em São Paulo, no dia 9 de novembro, na Livraria Blooks.

Literatura é bom pra vista acha que a escritora Luize Valente já tem, sim, respostas: a esperança de sua obra responde, combate e supera o mal e é boa pra vista.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s